domingo, 10 de janeiro de 2010

ÀS VEZES SOU ASSIM

Cansei de ser uma fonte provedora de energia, de todos acharem que você é a pessoa mais forte do mundo e, por conta dessa suposta força, podem te magoar à vontade. “Ela agüenta”. Engano. Para suportar a dor do mundo é preciso muito mais eficácia. Aqui, no meu cantinho, escondida em mim, choro. E muito. Quando me vêem aos prantos, ao invés de darem colo, o carinho que todos precisam, me sacodem, mandam ser forte, dar a volta por cima, me cobram algo que eu não sei por que acreditam que tenho. É como se eu não tivesse o direito de chorar, de ser fraca, de precisar de um ombro, de ser simplesmente EU. “Pára que você não é assim!”. E quem sabe como eu sou? Alguém olha dentro da concha? Sinto-me como uma ostrazinha, que tem aquela proteção enorme para evitar que algo muito frágil se machuque. Quero ter meus momentos de fraqueza e ter o direito de deixar a lágrima cair. Sou o porto seguro de muita gente, mas poucos conseguem ser o meu. Meu sonho de consumo é ser forte o suficiente para que tanta cobrança, por algo que não tenho, me faça sentir mais forte que me sinto ser... Quando penso sou assim. Brigo comigo para ser mais forte. Nem sempre consigo, mas eu tento ser...

9 comentários:

Déia disse...

Entendo perfeitamente.
Parece que escreveu pra mim esse post.

É assim que me sinto. Ainda sendo psicóloga.. aff... n posso ficar brava, triste, magoada que lá vem as cobranças...

Linda, pode chorar, pode sofrer e pode sangrar.. tens meus ombros se precisar!

Bjs querida

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Luciana, muita gente não entende que as lágrimas apenas liberam algo que está "atravessado" na gente. É a emotividade que temos para compensar os "coices" que damos (sem perceber, é claro). Pelo que leio nos seus textos e pelo trabalho que você faz, chego à conclusão que você é uma pessoa resolvida. Então muita gente pensa que seu ombro é "cabide". Tudo de ruim que aparece penduram no famoso e "hercúleo" ombro. Até abusam um pouco. Esquecem que você é um ser humano que tem as mesmas fraquezas que todos os outros e também é movida à carinho. Pena que meu ombro esteja tão longe, porém está ofertado o meu "ombro virtual", que também é sensível, mas talvez seja mais compreensível que muitos outros disponíveis só para coisas boas. Garanto que você daria boas risadas depois de chorar bastante nesse "ombro virtual". Enfim, beijos com muito carinho e sabor de compreensão. Manoel.

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Sabe que muitos agem com egoísmo nessas horas: Não querem ver as pessoas que julgam forte, donas de si, chorarem ou estarem pra baixo, mal. Pois assim não se desfaz a imagem da pessoa que elas contam "pra tudo", aquela pessoa que elas podem contar caso as coisas fiquem feias....
Mas não ligue para isso não, seja sempre vc mesma. Se achar que está pesado, está dificil, chore. Chame alguém pra ajudar a carregar o fardo. E principalmente, não carregue sozinha tantos fardos, de tanta gente... muitos precisam aprender a carregar os próprios problemas.
Felicidades pra vc, querida Luciana

Desabafando disse...

Acho que você não pode nem deve se cobrar tanto...todos temos nossos momentos de fraqueza e você não precisa se fazer de forte quando não se sente assim, porque aí vem a culpa não? Culpa por não ser o que os outros acham que vc é, culpa por não estar sendo forte o suficiente, culpa por não estar atendendo a imagem que os outros criaram a seu respeito.... Talvez deva apenas esperar menos das pessoas que você já percebeu que não podem te apoiar nesses momentos. E aceitar esses seus momentos pra botar pra fora suas lágrimas e lavar a alma. Nem todo mundo é como vc mas simplesmente não espere dos outros aquilo que eles não podem te dar.

Se precisar conversar, vc sabe onde me encontrar!

Aninha Leme disse...

querida, as pessoas são egoístas demais.
Elas até entendem que todos, e inclusive você, precisam de colo ao menos de vez em quando. Mas é que tem gente que não gosta de dar, só de receber. O tempo todo recebendo, recebendo... esquecem-se que o relacionar-se tem muito mais de troca.
Enfim, quando precisar, desabafe no blog que todos os seus amigos virtuais virão aqui te dar um apoio com muito carinho. Você merece!

besossssssssss

! Marcelo Cândido ! disse...

Parabéns pelo blog
Simples
e Direto
!!!
Abraço
visite-me

Sonia Rocha disse...

Luciana, minha experiência tem mostrado que será mais cobrado aquele que tem mais conhecimento.
Quando demonstramos fortaleza, seremos procurados pelos fracos.
Se nos apresentamos como fracos, os fortes nos apoiarão.
O equilibrio entre esses dois polos é difícil porque todos temos os dois lados. Não consigo ser criativa o suficiente prá te dizer algo diferente do que já te disseram...
Seja sempre vc. mesma, triste, alegre, brava, briguenta, forte, fraca, carente, auto suficiente...seja como for...demonstre. Sempre vai ter alguém capaz de te entender e te aceitar.
Acredite nisso, tenha fé na humanidade e espere o resultado...ele virá conforme sua crença.
bjo
Sonia Rocha

Geovana disse...

Amiga, eu sei como é, às vezes só queremos chorar, desabafar e ganhar colo.
O mundo tá tão individual que ser boa é ser boba, quando damos algo as pessoas nos exploram. Sabe, eu sei que é assim, mas prefiro continuar vivendo do meu jeito pra não me nivelar por baixo. Sempre tem alguém pra devolver tudo de bom que damos. Já pensou se é justamente essa que decidimos ferir?
Quando precisar de colo sou boa nisso.eheheheh... com direito a bolo de chocolate, cinema e pipoca.

Beijo!

João disse...

Declarar fraqueza é a força q muitos não tem.

"Se eu tivesse a força que você pensa que eu tenho, eu desenharia no metal da minha pele o teu desenho"