sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

CLARICE E EU

Não sei o que tem me acontecido. Ou uma TPM das bravas está me destruindo, ou o mundo está de mal comigo. Tudo que consigo pensar é que estou vivendo uma fase clariciana em minha vida.

Clarice Lispector
“Escrevo porque encontro nisso um prazer que não consigo traduzir. Não sou pretensiosa. Escrevo para mim, para que eu sinta a minha alma falando e cantando, às vezes chorando…”

“Escrever é procurar entender, é procurar reproduzir o irreproduzível, é sentir até o último fim o sentimento que permaneceria apenas vago e sufocador. Escrever é também abençoar uma vida que não foi abençoada”

“É preciso coragem. Uma coragem danada. Muita coragem é o que eu preciso. Sinto-me tão desamparada, preciso tanto de proteção… Porque parece que sou portadora de uma coisa muito pesada. Sei lá porque escrevo! Que fatalidade é esta?”

15 comentários:

Luciana Klopper disse...

Belas palavras Claricianas!

RaH disse...

E ela é demais..
Eu simplesmente ADORO Clarice!

Então se você está clariciana, tá muito bem!
haha

Tava passeando por aí.. Visitando blog de amigos..
E resolvi ver o seu.
Gostei daqui.

Seguirei!

BeijO

Blog do Óbvio - Manoel disse...

Luciana, inverta o raciocínio. Pense que o mundo está com uma TPM (Tensão Pré Mundial) das bravas. Os interesses mundiais geraram o prazer pretensioso e a pretensão foi tão alta que gerou essa TPM. TPM que chegou a abalar as estruturas do Haiti. Enfim, não sejamos alienados, contudo não cultuemos a tristeza. Adorei isso que você escreveu:
"Escrever é também abençoar uma vida que não foi abençoada”
Muito fôfo o seu pensamento ao colocar isso.
Adorei a sua postagem. É sempre bom "passear" nos seus escritos.
Beijos sem tensão e com pretensão.
Manoel.

Desabafando disse...

Uau..achei demais os trechos de Clarice mas espero que vc esteja e fique bem e que essa fase de desamparo passe logo. Se precisar conversar conte comigo tá?

E adorei seu comentário, realmente acho que o blog até permite uma interação maior com pessoas afins ao contrário de isolar a internet ajuda a nos aproximar mesmo.

Aninha Leme disse...

querida, eu estou com o manoel!!!
eu acho que o mundo é que anda com problemas de princípios e educação!
TPM?? eu não tenho esse lixo! Eu tenho raiva, braveza, frustração, mas tudo com algum motivo forte e real, e não hormonal.
Será que também não é o seu caso?

besosssssssssssssss

O Profeta disse...

O troar do trovão, esta incessante chuva
As estrelas choram todas as mágoas na terra
Onde param os Anjos, porque não nos acodem os Santos
O mal e o bem porfiam esta eterna guerra

As casas do sul ruiram todas
Tal como a esperança desesperada
Toquei no rosto de uma criança triste
Senti uma paz surgir do nada


Mágico beijo

A.S. disse...

Luciana...

Estou preso mas não parece
desta poesia que me não liberta.
Mas mesmo preso vejo o mundo inteiro,
tenho a porta do mundo bem aberta...

Que enigma é este de ser prisioneiro
do fascinio a que me converti?
Ah! Como é cativante este cativeiro...
Que o meu ser essencial se perca em ti!


(Do meu livro "Gotas de Luz"- 2005)


Para ti com um beijo... e saudades!
AL

Páginas da minha vida disse...

Clarice Lispector sempre me ajuda de alguma forma,quando leio seus textos.eu leio e parece até que fui eu que escrevi,não ela! :D

espero que essa fase seja só TPM,que ela acabe logo ^^

bjs

Ronaldo disse...

credo prima, não pode ficar nessa tpm não.

mude algo em voce ou faça algo diferente e vai melhorar a situação.

(obrigado pelos parabens em meu niver)

bjs com carinho

BOCA DE LOBO disse...

Parabéns pelo Blog Luciana, escrever é pintar a tela da vida com palavras as vezes claras, as vezes escuras,mas o importante não parar de pintar.
Abraços!

http://cronicasdoxico.blogspot.com.br BOCA DE LOBO

Elisa no blog disse...

Oi Luciana,
Desculpe ter sumido um pouco, mas não me esqueci da dívida que tenho com vc. Agradeço a vc todos os dias pelos remedinhos.
Li Clarice pela primeira vez com 15 anos e não entendi nada. Quanto mais os anos passam, mais entendo. Fico feliz por poder sorver o conteúdo, mas um pouco triste pela passagem dos anos.
beijos,
Elisa

Carol disse...

Então somos Clarice, nós duas!
O que acho mais grave nisso, é que acho bonito este sofrimento, esta alma clariceana!
Comprei um livro: Clarice na Cabeceira. Foi lançado no ano passado. Amei! É uma seleção de textos dela por pessoas influentes, famosas ou não - intelectuais, artistas... Só achei que faltou o 'Por não estarem distraídos'. Quem sabe, na próxima seleção eu escolho este! hehehe

Geovana disse...

Menina, não é que é assim mesmo? A gente além de sofrer no momento ainda escreve o que sofreu e revive o sofrimento... mas escrevendo a dor vem de vez, como curar ferida do methiolate, lembra? Então a dor também vai embora mais rápido ou, no mínimo, descobrimos que mais gente passa pelo que passamos ou pensa igual a nós. Ainda tem aqueles que dizem: ACORDA!!! então a gente cai na real do que escreveu. É por isso (também) que Clarisse escreve, eu escrevo e você escreve. Filosofia chinesa, colocar pra foro tudo o que faz mal.
Bjo!

Brasileiro nativo disse...

Luciana ausentou-se do Blog desde o dia 15 de janeiro. Que houve?

Ana disse...

adorei esse post. acho que é pq sou fã da clarice, só pode ser isso...
tá sumida hein?
não posso dizer muito, pq eu também estou...
espero que esteja bem.
um beijo,