domingo, 26 de julho de 2009

CURTINDO UM SÁBADO À NOITE

Todo mundo espera alguma coisa de um sábado à noite, foi o que proferiu a banda Cidade Negra em uma de suas canções. Quase recuperada de uma gripe pior que a suína, e com muitos convites promissores para a night, optei por ficar em casa vendo um filminho debaixo do cobertor. Estiquei-me no sofá para conferir o piratex adquirido em primeira mão pelo meu irmão: Efeito Borboleta 3. Angustiante. O pior da série. Em seguida, colocamos um filme medieval e eu peguei no sono antes de descobrir quem eram o mocinho e o bandido. A parte boa acaba aqui. Se não quer dividir essa raiva comigo é hora do beijomeliga.

Quando a baba (es)corria solta acordei para tirar a lente de contato. Com todos dormindo, tentei desligar a TV. Só fiz a menção de pegar o controle, pois minha cunha acordou com os olhos do além garantindo que estava assistindo o filme. Ok. Beleza então. Fui para o quarto e fechei a porta. Deitada, no processo de concentração para pegar no sono, me senti em pleno campo de batalha – com uma armadura pesada da porra. Ouvia até as espadas dos atores coadjuvantes. O filme parecia que só tinha trilha sonora de tensão com um grave estourando meu ouvido e mandando meu sono para a putaquepariu. A TV estava alta pra caralhooooooo.

Levantei e quando eu cheguei na sala o filme estava rodando, acreditem, há pelo menos 30 minutos, o menu. Quando ensaiei desligar a TV os zóião do além acordou novamente garantindo que estava vendo o filme de novo. Ok. Então vou diminuir o volume pois não estou conseguindo dormir. Dito isto, voltei para minha caminha diliçosa para aproveitar meu soninho de sábado a noite. Porra nenhuma. Quando o cão tá ocupado ele manda os capetas.

Bastou eu deitar a cabeça no travesseiro para ouvir o caminhão de lixo na entrada da rua. Porque infernos o caminhão de lixo tem que vir justamente uma hora da manhã? Num silêncio tão grande até o peido de uma muriçoca incomoda. Gente, eu moro na ladeira e o fidumaégua do motorista ficou fazendo meia embreagem em frente ao meu prédio até catarem tudoooo! E ainda deixou a merda dele morrer duas vezes! Porra, velho, eu estava com sono e agora estou megamalhumorada!!!

O boteco da esquina fechou e todos os bêbados passaram conversando na frente do prédio. Moro no final da rua e um carro, com um som de trio elétrico, resolveu vir até aqui fazer não sei que porra. Para não voltar de ré ele teve que manobrar, em frente à janela de quem? Gente, a descarga dessa lata velha estava solta e a rua tem carro estacionado dos dois lados. Eu não sei o que me irritou mais, se foi o barulho de motor de carro velho, o trio fora de época (e horário) ou a manobra que não acabava nunca.

Nessa altura da madrugada - as coisas estão acontecendo em tempo real - eu já me estressei o suficiente para mandar o sono para a casa da porra. Olha, baiano fala “porra” demais, não se assustem comigo. Só nesse post já foram umas 5 porrinhas, mas isso não é palavrão feio aqui em Salvador. É como um advérbio de exclamação e você concorda que, diante da situação, eu tenho o direito de exclamar porra pra porra, né?

Moro próximo do aeroporto e, às 2h25 da manhã, o motor de um teco-teco de quinta ganha potência do Airbus A 380, um colosso com capacidade para 800 pessoas, sobrevoando minha cabeça a cada 15 minutos. Como minha casa é rota certa de aviões comerciais, eles passam a cada 15 minutos, cro-no-me-tra-da-men-te.

Olha povo, antes eu tivesse ido curtir minha night, pois agora estou sem sono, sentada na cama, escrevendo enquanto o filhodaputa do segurança está apitando aqui na rua. Pensei que ele só devesse apitar quando acontecesse algo. "Piiiiiiiiiiii, me acudam que eu não tenho arma". Mas nãããããão, ele assopra essa merda para todo mundo acordar e saber que está tudo bem.
Ok. Eu já estou acordada mesmo, então deixa pra lá.

Só que agora também é a hora que algumas pessoas estão chegando das baladinhas então tem abre e fecha portão (nhééééééééc, pooowwwww), conversas de bêbado (vamos tomar mais uma? eu lavo os pratos...), o rádio do taxista (creiam que estou ouvindo), o freio de mão de quem pára (tratratratratatratra), poodle latindo na casa do vizinho (auauauauuuuuuuu) quando o povo sobe as escadas de salto alto (toc-toc-toc-toc-toc), mais carro manobrando (esse sei que é mais novo porque a descarga fez menos barulho), a vizinha de cima parece que caiu da cama (buuummmm), gente que passa na rua discutindo a conta do bar (eu falei que ele tava duro e não ia pagar, eu avisei...). Sonoplastia e tudo...

Eu juro, por todas as porras que falei aqui (afff... agora foi uma moto, passando na outra rua, com aquela descarga que acorda até o capeta), que quando eu sair à noite vou fazer tanto barulho quanto for possível – mentira, não consigo ser assim (burra!). Será que minha audição aguçou por conta da evolução de uma gripe para tuberculose? Eu esperava constatação melhor em um sábado à noite...


16 comentários:

Tiago disse...

Bom, claro que um "silêncio natural" é insubstituível, mas na falta: soca uma PORRA de um tapa-ouvido e liga a PORRA do ar-condicionado!!rs

Que a noite de domingo seja menos ruidosa!!

Beijinhos!!

Aninha Leme disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
"...agora foi uma moto, passando na outra rua, com aquela descarga que acorda até o capeta..."kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
odeiooooooo
meu, tem um bar xexelento embaixo do prédio onde moro. PQP! tem discussão todo dia! imagine!
meu sono é pesado, mas quando estou no processo quase dormindo qualquer coisinha me acorda!
saco saco saco

Nega, eu vou pra Arraial no final de agosto, mas já fiquei sabendo que é longe de Salvador e coisa e tal. Mas vou aproveitarrr (espero que esteja soll)

beijossssssssss

Ana disse...

Minha vizinha de cima é o capeta! Oiutro dia ela deu uma festinha que foi até as duas da manha e qdo a festa acabou, ela resolveu limpar a casa. Dureza ... sei bem como é isso.
Faz um chazinho e medita, quem sabe? rs
Beijos

Desabafando disse...

nossa...que coisa hein! Sabe o que eu acho? Que quanto mais vc começa a pensar nessas coisas, mais atentamente começa a ouvir esses ruídos todos...sempre que estou com insônia tb fico prestando atenção aos ruídos e aí vc começa a pensar demais e deixa mesmo de dormir..tb tenho o mesmo problema com o infeliz do guardinha...a noite toda apitando, mas quando vc vai chegar em casa tarde e precisa dele, cadê o infeliz? Sumiu! Eu moro do lado de um predinho...vira e mexe tem amigos dos vizinhos conversando de madrugada na frente da minha casa...um saco né!

Mônica disse...

Porra velho....pq essa porra desse caminhão de lixo vem tão tarde recolher essa porra desse lixo...e junto recolhe também o nosso sono?Essa porra desse caminhão zumbi da madrugada também já me tirou o sono!É uma porra mesmo!Sem falar nesses trios elétricos mirins..com um som tão potente quanto os tradicionais...e quase sempre com músicas da melhor qualidade( mas gosto não se discute né?!)...Enfim...no estado em que você se encontrava....não iria me surpreender se ouvisse o peido da muriçoca!Agora...nesses nunca se pergunte se podería ficar pior...creia...PODE!rsrsrsrs

Amynon disse...

que coisa ! kk Um tempo atrás um cabaré se mudou pra cá ficando justamente em frente a minha casa. O barulho era tanto que todos da rua saiam e ficavam atônitos vendo aquele monte de gente fazendo aquele barulho. Como estava em frente creio que vc deve imaginar as portas da sua casa tremendo no compasso da batida da musica . Foram dias tristes mas graças a Deus foram embora . Espero que vc tenha sábados melhores . Um abraço !

Alexsandra Moreira disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, exagero é seu nome filha...

O peido de uma muriçoca foi foda.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Se vc pára, viaja, fica atenta, as coisas pioram... Eu tb tenho dificuldade para voltar a dormir se acordar no meio da noite, a coisa é tão feia que só levanto se não tiver jeito e vou de olho fechado e me segurando nas paredes para nao abrir os olhos, foco no sono.rsrsrsr

bj

Anônimo disse...

Lú,
Amei!! Parabéns vc escreve muito bem!!!
E que noite viu. Coitada de vc.
Eu bem sei o que é isso!!!
Fazer o que??!!!

Bjs

Dri Viaro disse...

Estou de volta, mas ainda correndo, vim dizer boa noite, e logo voltarei pra ler melhor

bjs


este é um recado fake por favor não me mate

Claudio Kezen disse...

Olá Luciana. Adorei seu bom humor e sua visita no meu cantinho. Retribuirei (as visitas) com o maior prazer! Bjs

Alexsandra Moreira disse...

Hahahahaha, pode pegar os selos sim, e faça um bom post...

bjs

meus instantes e momentos disse...

otimo texto. Gostei do teu blog.
Maurizio

Desabafando disse...

tem selinho pra vc no meu blog! passa lá pra pegar!
Boa semana!

Elisa no blog disse...

Oi,
Aqui no Japão até que é silencioso, mas tem um velho que mora no prédio da frente que vive tossindo.
Meu filho vai pra janela, tosse mais forte ainda e o velho para. rsrs
É bom ser criança, né?
Tem um sujeito de algum apartamento perto que fuma.
Meu filho vai para a janela e começa a gritar:
-Quem é o cretino que está fumando?
Eu sou criança, cigarro faz mal pra mim! (em japonês, claro)
E a pessoa para de fumar na hora.

Meu filho adora Salvador. Fomo aí em 2005. Mas aí ele não gritou para ninguém. Achou tudo ótimo.
beijos,
Elisa

ana clara disse...

kkkkkkkkkkkkk adorei!
mas n sei se estou mto melhor q vc... eu tenho uma PORRA de uma vizinha q me acorda tdo santo dia, naquela hora melhor do sono!
mas qquer dia desses eu mando ela pra casa da PORRA só pra desabafar... kkkk

amei o texto lu! qdo nada essa impossibilidade de dormir gerou um bom e divertido texto =)

bjinhos

KK

Aninha Leme disse...

queridona!
tem um selinho pra vc no meu bloguinho

http://aninhaleme-gettingreal.blogspot.com/

beijosss