segunda-feira, 24 de agosto de 2009

ASSASSINA DO TEMPO

Toda sexta-feira, penso: não vou sair de casa, colocarei aqueles assuntos do mestrado e inglês em dia, vou arrumar meu quarto, separar roupas sem uso e tirar o sono atrasado. Certo? Errado. Por mais que não faça nada especial, nunca consigo fazer “issos” e sempre estou com a sensação de que minha vida está atrasada.

Não sei vocês, mas eu, quando chega no domingo à noite – momento esse em que, impacientemente, vos escrevo – me bate aquela ansiedade de executar tudo que deveria ter feito e, na verdade, não consigo adiantar muita coisa além de dormir com um humor de cão de quinta que foi exorcizado por Edir Macedo – ser um cão que é expulso por Edir Macedo deve ser mais frustrante ainda.

Recebi uma maldita notificação por ter atravessado o semáforo no sinal vermelho. É mentira!!! Aquele aparelho só podia estar bêbado por excesso de consumo de energia!!! O sinal estava amarelo e eu indo resolver os burocráticos processos funerários de uma tia. Com certeza, eu não estava no meu estado normal, que já é um dos meus argumentos de defesa. Tem um mês que estou com os malditos modelos de revisão e nunca consigo formatar meu pedido. Resultado: tenho apenas até esta sexta-feira para fazer o pedido e ir lá dar entrada, ou, então, desembolsar uma quantia razoavelmente suficiente para que eu ganhe potência de declarar a Terceira Grande Guerra Mundial.

Minha querida irmã, gentilmente, fez minha DIRPF. Mas, para variar, meu digníssimo CPF está com problemas na receita e pipocou o medo de minha bilhardária restituição ficar retida para uso desse governo, que eu odeio, por tempo eterno.

Para ficar a par da situação fiscal, sem ter que ir enfrentar a burocracia demoníaca da Receita, preciso do número das minhas restituições dos últimos 50 anos – vou a um centro espírita saber o que fiz nos 20 anos antes de nascer – para gerar um código de acesso. Achei o arquivo da entrega, mas quem disse que encontro o infeliz número do recibo? Minha irmã querida me mandou a declaração no e-mail, mas quem diabos disse que eu tenho o desgraçado do programa da declaração? Arrisquei abrir aqui, mas o formato gerado é de bloco de notas e fiquei meia hora copiando todos os números de 10 dígitos e colando para ver se engabelava o site Receita. Para alegria de todos e felicidade geral da nação, a Intenet paleozóica que dividimos para mil computadores caiu e eu resolvi escrever antes de pegar o computador, socar na parede e pular em cima do resto.

Ufa!!! Desabafei um pouco e, pelo menos, salvei meu computador!!!

Parece que tem um cão homossexual – nada contra - atentando este ser humano com varinha de condão. A Internet voltou, mas terei que esperar até amanhã para conseguir o número infeliz e adiantar o lado. E você deve se perguntar: “Já que a Internet está fora, porque você não vai preparar logo a defesa?”. Também me pergunto isso, mas a resposta eu ainda não achei. Prometo que assim que eu terminar com minha maníaca verborragia incessantemente desesperada e terapêutica, nesse post, vou fazer isso. Mas, aí, acabei de lembrar que terça-feira, cedinho, tenho prova de inglês e, pra variar, não estudei nada!

E agora? Estudo para a prova ou preparo a defesa? Não me pergunte o que fiz o final de semana inteiro porque a raiva de minha inutilidade aumenta e eu vou ter que começar a escrever tudo de novo. É domingo à noite – agora já madrugada da segunda – e, à medida que os minutos passam, me sinto mais impotente diante do tempo.

Preciso de férias. Mas, antes disso, tenho que resolver minha bilhardária restituição, dar entrada na minha defesa, estudar para a prova, arrumar meu quarto, reciclar roupas... Gente, preciso matar o tempo para ele não me matar!

11 comentários:

Luciana Guimarães disse...

Só para vocês saberem... Apertei o botão do f... e vim dormir... Depois resolvo tudo... rsrsrsrs

Alexsandra Moreira disse...

ahahahahah, para consultar sua situação da restituição, vc precisa somente do seu CPF.

Se eu soubesse que vc estava nesse dilema eu tinha dado uma força... Pegava metade do guarda roupa e jogava em cima da cama.uahauhaauah

bj

Desabafando disse...

rsrsrsrs....nada como um dia após o outro...rsrsrs...resolva mesmo com calma as coisas....

e eu frequentemente me sinto da mesma forma que vc...tb tenho uma listinha de coisas pra fazer mas vou deixando, aí penso que no fim de semana conseguirei, o domingo acaba e cadê que eu fiz o que deveria?? pois é...mas uma hora a gente chega lá né!

boa sorte aí, que consiga resolver tudo! Boa semana!

Stella Tavares disse...

Adorei o texto! Também passo várias vezes por esse dilema com os meus "issos" que deveria ter feito e não raras vezes gostaria de poder parar o tempo ao meu bel prazer para ficar em dia.
Bjos.

Isadhora disse...

kkkkkkkkkkkkk
menina....
se eu encontrasse o genio da lampada ultimamente, meu 1º pedido seria: meu dia deve ter 36h, mantendo o mesmo horário de trabalho!

Ronaldo disse...

Não deixe para amanhã o que pode fazer depois de amanhã...

pois é "prima de blog" as vezes a gente quer ter um dia feliz e não cosnegue, e aparecem muitas coisas que nos tiram do sério, mas com jeito tudo dará certo.

bjs

OMAR HAIKAL disse...

EU LI O TEXTO INTEIRINHOOO...
MESMO SEM VC PEDIR, TENHO UMA DICA:
COMA UM CHOCOLATE ANTES DE TUDO... UM DURANTE E OUTRO DEPOIS! HAHAHA

DESCULPA, FOI INEVITÁVEL!

Desabafando disse...

tem selinho no meu blog pra vc...passa lá pra pegar...

Novembro_ disse...

Uau! Luciana... Vi o nome do blog e automaticamente meu cerebro processou a informação como "penso logo existo" e veja "penso logo brigo", achei engraçado e muito interessante, fora que fez me rir por um momento. Gostei!

Lindo blog e espero voltar aqui, uma ótima noite, beijos.

matheus disse...

Estás meio nervosa hein hahah

legal aqui!

O Profeta disse...

As cordas de uma viola vibraram
Beijaram os dedos ao tocador
Uma nota fugiu ao encontro da saudade
No refrão a canção tinha a palavra amor

Nunca ouviste a palavra amor
Nunca te encontrou a nota de uma violoncelo
Nunca se rasgou o teu deserto de silêncios
Nunca um som te fez sentir o quanto é belo

Bom fim de semana

Doce beijo