sexta-feira, 14 de agosto de 2009

LENÇOS UMEDECIDOS JÁ!

Um ano depois de ter comprado carro, essa semana foi a primeira vez em que fui, sozinha, calibrar os pneus do possante. Não é que seja desleixada, ao contrário, sou super cuidadosa, mas existem certas atividades às quais desenvolvo resistência com muita facilidade.

Não entendo bulhufas de veículos. Se faz um tic-tic qualquer fico logo neurótica e quero levar para ver o que é. Óbvio que a concessionária me adora, pois se não existissem pessoas como eu eles não enriqueceriam. Só faltam gritar “mãos ao alto!’.

Um dia, minha nave espacial aterrissou em um buraco maior que as crateras da lua e uma tal chapa de proteção do motor amassou. Parecia que tinha uma bateria de escola de samba me acompanhando e, desesperada que sou, achava que a placa poderia enganchar em alguma coisa e o carro capotar na descida de uma ladeira – não ria! Paguei R$ 16 para desamassar. Só descobri que era uma grande besteira porque meu amigo teve o mesmo problema e, na mesma concessionária, o mecânico levantou o carro, consertou na hora e nem cobrou. “Foi besteira brother!”. Como assim??? Eu devo ter cara de idiota mesmo!!! Porque mulher tem que pagar e homem não? É algum acordo entre seres do mesmo gênero? Genericamente ladrões...

Aproveito quando dou carona a algum ser bem dotado de testosterona para explorar. Peço logo para calibrar o pneu, coisa que só acontece a cada dois meses. A primeira vez que me arrisquei sozinha, deixei a tampa dos pitos caírem no chão e passei meia hora de bunda para o ar procurando as miseráveis. Teve um frentista que ficou com pena de mim [ou cansou de olhar minhas nádegas] e foi lá terminar o serviço – de botar ar no pneu! Depois desse episódio resolvi dar R$ 1 a alguém no posto para fazer isso.

Ontem me retei e encarei o desafio. Apertei os 30 de calibragem [que não sei o que significa], abri o pito e soquei a mangueirinha lá. No primeiro pneu o barulhinho me assustou e fiquei com medo da borracha explodir em minha cara. Se não estourou com quem estava lá antes porque vai estourar comigo?

Ainda bem que deu tudo certo e não precisei da ajuda de ninguém, mas... Não contive em passar na caixinha de sugestões e anotar bem grande: DEIXEM LENÇOS UMEDECIDOS PARA LIMPAR AS MÃOS DAS CLIENTES DEPOIS DA CALIBRAGEM. A mangueira é podre de suja e meus dedinhos magrelos ficaram pretos. Ninguém merece, né? Fui dirigindo o resto do caminho sem tocar direito no volante. Não guardo uma flanela no carro e tenho horror àquele cheirinho que elas incrustam no estofado.

Acho que a primeira vez que vou acionar o seguro vai ser quando tiver que trocar pneu. Não achem que sou perua. Quem me conhece sabe que não faço esse tipo. Sempre fui moleque macho em excesso, mas tem certas coisas que não dá para fazer.

Cansada de andar de buzão, coloquei no cabeção que tinha que ter um carro. Também odiava depender das pessoas para voltar para casa depois das festas. Conseguido meu “besourinho”, tenho outro sonho de consumo. Gosto de dirigir e o congestionamento me deixa menos louca que certos condutores. Alguns ficam segurando o trânsito como lesmas, mas falo sobre isso outro dia. Acho que preciso adquirir um acessório útil, que vai evitar estresse no trânsito. Moreno alto, bonito e sensual para ser motorista. O salário? A gente negocia...

5 comentários:

Tiago disse...

Tu deve estar gastando muito combustível com estes pneus descalibrados, hein?? Uma vez por semana, Lú!!! Nem vai morrer por conta disto!!!rs 30 psi (unidade de pressão - libra por polegada quadrada), mas 30 é uma média, o correto é calibrar o pneu com a pressão específica, respeitando as dimensões (largura e aspecto ratio) do pneu e a carga do veículo!!!! Hein???????rs Beijos e bom final de semana!!

Aninha Leme disse...

kkkkkkkkkkkkkk
nossa nem fala, tem serviço que é muito ingrato de se fazer.
Eu prefiro trocar pneu do que passar aspirador de pó na casa (principalmente se tiver carpete
Quer me ver louca da vida, me peça pra preencher formulário. Eu tenho um problema sério com isso tb.

beijosssssssssssssss

A.S. disse...

Luciana...

Adoro os teus textos! Sobretudo a tua capacidade de ultrapassar as situações com um sorriso nos lábios!
Aprecio o teu sentido de humor!


Beijos meus...

Desabafando disse...

kkkkkkkk....ri muito....
ah, eu nunca calibro, mando o cara do posto calibrar e depois dou 1 real, ou simplesmente banco a pobre e não dou nada além de um sorriso (uso muito isso quando pago com cartão de débito, aí finjo que não tenho dinheiro e tb não vou ficar passando 1 real no cartão né?) rsrsrsrs...pelo menos eu banco a simpática...rsrsrs...

Alexsandra Moreira disse...

uia... Nunca consegui...

Outro dia eu fui fazer e o apito já estava estatelado apitando em 30 e eu achei que ia explodir.uahuahauahu Fui embora.

Eu gostaria de saber qual foi a mulher q conseguiu trocar pneus... Eu tive q chamar o seguro para fazer isso, não temos força.

Ahhh, o lenço? no seu porta luvas tem que ter né bem?

bjs